terça-feira, 19 de maio de 2015

Minas Vertical Treinamentos 

Dicas de segurança

                         Sistema de resgate com uso de tripé é bem eficiente
                         Quando usar polias de preferência ao sistema 4X1
                         Sistema resgatador vem acoplado com manivela de manobra


Linha de vida com cabo de aço de preferência ao cabo 3/8 galvanizado
Linha de vida com cordas de preferência as cordas de 12mm estáticas 


Uso adequado dos EPI´s
Verifique sempre o uso dos Equipamentos de Proteção
sua segurança (vida) depende do uso correto dos mesmos


Para se realizar um bom serviço ou trabalho em altura
os trabalhadores envolvidos precisam também estar em 
boas condições físicas! devido as adversidades previstas


DICA IMPORTANTE AOS TRABALHADORES EM ALTURA
Muito cuidado com o fator de queda! sempre que possível
 de preferência ao fator de queda ZERO


EQUIPES DE RESGATE E SALVAMENTO

Além de excelentes equipamentos! as equipes de resgate
devem ficar atentas aos treinamentos operacionais. 70% dos
acidentes envolvem equipes de resgate despreparadas.



EQUIPAMENTOS OPERACIONAIS
Mais do que gastar uma fortuna em novos e modernos equipamentos
 devemos cada vez mais nós empenhar nos treinamentos das pessoas envolvidas
 nos resgates. Não podemos dispor de grandes equipamentos e os SOCORRISTAS
 não terem conhecimento nem capacidade técnica e operacional de usar os mesmos
 com eficiência devida.



Os treinamentos devem ser constantes com o objetivo de nós preparar para
situações o mais próximo da realidade. SE ALGO PODE DAR ERRADO DARÁ.


domingo, 17 de maio de 2015

ARTHUR MIGUEL (05) ANOS 17 MAIO DE 2015
Aqui na família a turma começa é cedo


Sistema 4X1 corda Black Diamond 12mm


Polia Dupla


As luvas coloridas fazem parte do pacote de EPI´s
hehe - rsrs - hoho


sábado, 16 de maio de 2015

MINAS VERTICAL TREINAMENTOS

Disponibilizamos de equipe e equipamentos de ponta para
prestação de serviços em altura! oferecendo rapidez e segurança.


Atendemos quando solicitados, empresas e escolas para montar
atividades em altura ao ar livre ou em locais pre determinado pelo contratante.

 Realizamos excursões com grupos para a prática de rapel e tirolesa!



MINAS VERTICAL TREINAMENTOS
(31) TIM - 9498-3099 OU VIVO (31) 7120-1203

e-mail: minasvertical@gmail.com

Locação e montagem de slackline em eventos ou empresas;

Montamos Tirolesa com cabo de aço 3/8 ou cordas;






quarta-feira, 13 de maio de 2015

MINAS VERTICAL TREINAMENTOS
(31) TIM 9498-3099 - VIVO 7120-1203
e-mail: minasvertical@gmail.com

CURSO RESGATE EM ALTURA

EQUIPAMENTOS QUE USAMOS DURANTE O TREINAMENTO OPERACIONAL.

GRIGRI ID´S - E ID´L PETZL
FREIO STOP - OITO E ATC
ASCENSOR VENTRAL CROLL
CINTO PARAQUEDISTA (05) PONTOS
TALABARTE DUPLO COM (ABS)
CAPACETE MONTANA - LUVAS
RÁDIO DE COMUNICAÇÃO
CORDAS (DINÂMICA) E (ESTÁTICA)
POLIAS - MOSQUETÕES - CORDINS
SISTEMA IÇAMENTO P/ RESGATE
PLACA MULTIPLICADORA DE FORÇA
PRANCHA LONGA - COLAR CERVICAL
SKED MACA ENVELOPE



TODOS OS EQUIPAMENTOS AQUI APRESENTADOS ESTÃO DISPONÍVEIS
 PARA OS ALUNOS DO CURSO DE RESGATE EM ALTURA.




segunda-feira, 11 de maio de 2015

Glossário
Absorvedor de energia - dispositivo destinado a reduzir o impacto transmitido ao corpo do trabalhador e sistema de segurança durante a contenção da queda.

Análise de Risco - AR: avaliação dos riscos potenciais, suas causas consequências e medidas de controle.

Atividade rotineiras: Atividades habituais, independente da frequência, que fazem parte do processo de trabalho da empresa.

Cinto de segurança paraquedista - Equipamento de Proteção Individual utilizado para trabalhos em altura onde haja risco de queda, constituído de sustentação na parte inferior do peitoral, acima dos ombros e envolto nas coxas.

Condições impeditivas - situação que impedem a realização ou continuidade do serviço que possam colocar em risco a saúde ou a integridade física do trabalhador.

Fator de queda - razão entre a distância que o trabalhador percorreria na queda e o comprimento do equipamento que irá detê-lo.

Permissão de Trabalho - PT - documento escrito contendo conjunto de medidas de controle visando o desenvolvimento de trabalho seguro, além de medidas de emergência e resgate.

Ponto de ancoragem - ponto destinado a suportar carga de pessoas para a conexão de dispositivos de segurança, tais como cordas, cabos de aço, trava-quedas e talabartes.

Profissional legalmente habilitado - trabalhador previamente qualificado e com registro no competente conselho de classe.

Riscos adicionais - todos os demais grupos ou fatores de risco, além dos existentes no trabalho em altura, específicos de cada ambiente ou atividade que, direta ou indiretamente, possam afetar a segurança e a saúde no trabalho.

Sistema de ancoragem - componentes definitivos ou temporários, dimensionados para suportar impactos de queda, aos quais o trabalhador possa conectar seu Equipamento de Proteção Individual, diretamente ou através de outro dispositivo, de modo a que permaneça conectado em caso de perda de equilíbrio, desfalecimento ou queda.

Suspensão inerte - situação em que um trabalhador permanece suspenso pelo sistema de segurança, até o momento do socorro.

Talabarte - dispositivo de conexão de um sistema de segurança, regulável ou não, para sustentar, posicionar e/ou limitar a movimentação do trabalhador.

Trabalhador qualificado - trabalhador que comprove conclusão de curso especifico para sua atividade em instituição reconhecida pelo sistema oficial de ensino.

Trava-queda - dispositivo de segurança para proteção do usuário contra quedas em operações com movimentação vertical ou horizontal, quando conectado com cinturão de segurança para proteção contra quedas.

MINAS VERTICAL TREINAMENTOS (31)9498-3099 OU 7120-1203